Operação policial procura bandidos que mataram o delegado de Camaçari

As polícias Civil e Militar estão na região de Camaçari procurando os bandidos que mataram na manhã desta quarta-feira (26) o delegado titular do município, Clayton Leão Chaves. O policial foi atingido no momento em que concedia uma entrevista por telefone a uma emissora de rádio local. Leão chegou a ser levado ao Hospital Geral de Camaçari, mas não resistiu aos ferimentos.

Fazem parte da operação policiais da Coordenação de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil, do Grupamento Aéreo da Polícia Militar, da Delegacia de Homicídios, da Superintendência de Inteligência da SSP, dentre outras unidades. O delegado-geral da Polícia Civil, Joselito Bispo, está coordenando as investigações.
Informações sobre o crime podem ser enviadas para o Disque-Denúncia da SSP (3235-0000).

Operação policial procura bandidos que mataram o delegado de Camaçari

As polícias Civil e Militar estão na região de Camaçari procurando os bandidos que mataram na manhã desta quarta-feira (26) o delegado titular do município, Clayton Leão Chaves. O policial foi atingido no momento em que concedia uma entrevista por telefone a uma emissora de rádio local. Leão chegou a ser levado ao Hospital Geral de Camaçari, mas não resistiu aos ferimentos.

Fazem parte da operação policiais da Coordenação de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil, do Grupamento Aéreo da Polícia Militar, da Delegacia de Homicídios, da Superintendência de Inteligência da SSP, dentre outras unidades. O delegado-geral da Polícia Civil, Joselito Bispo, está coordenando as investigações.
Informações sobre o crime podem ser enviadas para o Disque-Denúncia da SSP (3235-0000).

Casa Nova planeja e desenvolve planos de ações voltados para melhorar a educação do município

A Secretaria Municipal de Educação, sindicatos, Conselho Tutelar,
representantes de pais e alunos, professores, coordenadores educacionais,
representantes jurídicos de Casa Nova se reúnem nos dias 5 e 6 de maio para
avaliar e planejar a educação do município através do Plano de Ações
Articulados (PAR). De acordo com a Secretária de Educação, Alda Xavier, Casa
Nova aderiu ao PAR em 2007 e realizou um diagnóstico que observou as
deficiências do município na área educacional. “Ao identificarmos nossas
deficiências, desenvolvemos a partir de 2009 planos de ações para
corrigi-las e supera-las”, explica.

O Plano de Ação Articulada é um instrumento de planejamento do Ministério da
Educação (MEC) destinado ao desenvolvimento de ações conjuntas entre estado
e municípios e que resultem em melhorias efetivas da qualidade da educação.
“É um trabalho que requer um grande esforço de todos os técnicos. Temos que
pensar a educação como um eixo fundamental no desenvolvimento do município,
agregando valores à melhoria do ensino”, disse a secretária.

Segundo a coordenadora de Pólo do PAR, Valéria Saraiva, no momento da
assinatura do Termo de Adesão ao Plano de Metas Compromisso Todos pela
Educação, Casa Nova assumiu o compromisso de melhorar os indicadores
educacionais a partir do desenvolvimento de ações que possibilitem o
cumprimento das diretrizes estabelecidas no referido Termo de Adesão e
também o alcance das metas estabelecidas para o IDEB (Índice de
Desenvolvimento da Educação Básica). “O objetivo do encontro, em Casa Nova,
é fortalecer o desenvolvimento das ações previstas no PAR e oportunizar a
discussão acerca da importância do plano e de seus impactos na educação do
município”, destaca.

Alda Xavier fala que para promover a melhoria da qualidade da Educação
Básica oferecida no município, os agentes envolvidos no processo educacional
devem se propor a cumprir integralmente as ações propostas pelo PAR. “Em
parceria com o MEC, estabelecemos sistemas de acompanhamento e avaliação das
ações a serem desenvolvidas. Trabalhamos para promover a melhoria gradativa
dos resultados educacionais, nosso principal objetivo é contribuir para o
desenvolvimento de aprendizagens, habilidades e competências, atitudes e
valores necessários para a formação integral do aluno e para isso promovemos
capacitações para professores, realizamos uma série de ações voltadas
exclusivamente para o desenvolvimento educacional de nossos discentes”.

Para Valéria Saraiva o PAR é uma das mais sofisticadas ferramentas de gestão
de recursos públicos do Brasil. “A ferramenta articula as responsabilidades
do município, Estado e União na viabilização das ações. É também uma
importante ferramenta de gestão, pois aponta ao gestor municipal as áreas
mais frágeis do sistema”, esclarece.

A partir do diagnóstico levantado pelo PAR, a equipe técnica local (composta
pelo dirigente municipal de educação, técnicos da secretaria municipal de
educação e representantes dos diretores de escola, dos professores da zona
urbana e da zona rural, dos coordenadores ou supervisores escolares, do
quadro técnico-administrativo das escolas, dos Conselhos Escolares planeja e
desenvolve um conjunto coerente de ações, sistematizadas no PAR.

Texto:
Lidiane Cavalcante – Ascom/PMCN

Casa Nova planeja e desenvolve planos de ações voltados para melhorar a educação do município

A Secretaria Municipal de Educação, sindicatos, Conselho Tutelar,
representantes de pais e alunos, professores, coordenadores educacionais,
representantes jurídicos de Casa Nova se reúnem nos dias 5 e 6 de maio para
avaliar e planejar a educação do município através do Plano de Ações
Articulados (PAR). De acordo com a Secretária de Educação, Alda Xavier, Casa
Nova aderiu ao PAR em 2007 e realizou um diagnóstico que observou as
deficiências do município na área educacional. “Ao identificarmos nossas
deficiências, desenvolvemos a partir de 2009 planos de ações para
corrigi-las e supera-las”, explica.

O Plano de Ação Articulada é um instrumento de planejamento do Ministério da
Educação (MEC) destinado ao desenvolvimento de ações conjuntas entre estado
e municípios e que resultem em melhorias efetivas da qualidade da educação.
“É um trabalho que requer um grande esforço de todos os técnicos. Temos que
pensar a educação como um eixo fundamental no desenvolvimento do município,
agregando valores à melhoria do ensino”, disse a secretária.

Segundo a coordenadora de Pólo do PAR, Valéria Saraiva, no momento da
assinatura do Termo de Adesão ao Plano de Metas Compromisso Todos pela
Educação, Casa Nova assumiu o compromisso de melhorar os indicadores
educacionais a partir do desenvolvimento de ações que possibilitem o
cumprimento das diretrizes estabelecidas no referido Termo de Adesão e
também o alcance das metas estabelecidas para o IDEB (Índice de
Desenvolvimento da Educação Básica). “O objetivo do encontro, em Casa Nova,
é fortalecer o desenvolvimento das ações previstas no PAR e oportunizar a
discussão acerca da importância do plano e de seus impactos na educação do
município”, destaca.

Alda Xavier fala que para promover a melhoria da qualidade da Educação
Básica oferecida no município, os agentes envolvidos no processo educacional
devem se propor a cumprir integralmente as ações propostas pelo PAR. “Em
parceria com o MEC, estabelecemos sistemas de acompanhamento e avaliação das
ações a serem desenvolvidas. Trabalhamos para promover a melhoria gradativa
dos resultados educacionais, nosso principal objetivo é contribuir para o
desenvolvimento de aprendizagens, habilidades e competências, atitudes e
valores necessários para a formação integral do aluno e para isso promovemos
capacitações para professores, realizamos uma série de ações voltadas
exclusivamente para o desenvolvimento educacional de nossos discentes”.

Para Valéria Saraiva o PAR é uma das mais sofisticadas ferramentas de gestão
de recursos públicos do Brasil. “A ferramenta articula as responsabilidades
do município, Estado e União na viabilização das ações. É também uma
importante ferramenta de gestão, pois aponta ao gestor municipal as áreas
mais frágeis do sistema”, esclarece.

A partir do diagnóstico levantado pelo PAR, a equipe técnica local (composta
pelo dirigente municipal de educação, técnicos da secretaria municipal de
educação e representantes dos diretores de escola, dos professores da zona
urbana e da zona rural, dos coordenadores ou supervisores escolares, do
quadro técnico-administrativo das escolas, dos Conselhos Escolares planeja e
desenvolve um conjunto coerente de ações, sistematizadas no PAR.

Texto:
Lidiane Cavalcante – Ascom/PMCN

Casa Nova planeja e desenvolve planos de ações voltados para melhorar a educação do município

A Secretaria Municipal de Educação, sindicatos, Conselho Tutelar,
representantes de pais e alunos, professores, coordenadores educacionais,
representantes jurídicos de Casa Nova se reúnem nos dias 5 e 6 de maio para
avaliar e planejar a educação do município através do Plano de Ações
Articulados (PAR). De acordo com a Secretária de Educação, Alda Xavier, Casa
Nova aderiu ao PAR em 2007 e realizou um diagnóstico que observou as
deficiências do município na área educacional. “Ao identificarmos nossas
deficiências, desenvolvemos a partir de 2009 planos de ações para
corrigi-las e supera-las”, explica.

O Plano de Ação Articulada é um instrumento de planejamento do Ministério da
Educação (MEC) destinado ao desenvolvimento de ações conjuntas entre estado
e municípios e que resultem em melhorias efetivas da qualidade da educação.
“É um trabalho que requer um grande esforço de todos os técnicos. Temos que
pensar a educação como um eixo fundamental no desenvolvimento do município,
agregando valores à melhoria do ensino”, disse a secretária.

Segundo a coordenadora de Pólo do PAR, Valéria Saraiva, no momento da
assinatura do Termo de Adesão ao Plano de Metas Compromisso Todos pela
Educação, Casa Nova assumiu o compromisso de melhorar os indicadores
educacionais a partir do desenvolvimento de ações que possibilitem o
cumprimento das diretrizes estabelecidas no referido Termo de Adesão e
também o alcance das metas estabelecidas para o IDEB (Índice de
Desenvolvimento da Educação Básica). “O objetivo do encontro, em Casa Nova,
é fortalecer o desenvolvimento das ações previstas no PAR e oportunizar a
discussão acerca da importância do plano e de seus impactos na educação do
município”, destaca.

Alda Xavier fala que para promover a melhoria da qualidade da Educação
Básica oferecida no município, os agentes envolvidos no processo educacional
devem se propor a cumprir integralmente as ações propostas pelo PAR. “Em
parceria com o MEC, estabelecemos sistemas de acompanhamento e avaliação das
ações a serem desenvolvidas. Trabalhamos para promover a melhoria gradativa
dos resultados educacionais, nosso principal objetivo é contribuir para o
desenvolvimento de aprendizagens, habilidades e competências, atitudes e
valores necessários para a formação integral do aluno e para isso promovemos
capacitações para professores, realizamos uma série de ações voltadas
exclusivamente para o desenvolvimento educacional de nossos discentes”.

Para Valéria Saraiva o PAR é uma das mais sofisticadas ferramentas de gestão
de recursos públicos do Brasil. “A ferramenta articula as responsabilidades
do município, Estado e União na viabilização das ações. É também uma
importante ferramenta de gestão, pois aponta ao gestor municipal as áreas
mais frágeis do sistema”, esclarece.

A partir do diagnóstico levantado pelo PAR, a equipe técnica local (composta
pelo dirigente municipal de educação, técnicos da secretaria municipal de
educação e representantes dos diretores de escola, dos professores da zona
urbana e da zona rural, dos coordenadores ou supervisores escolares, do
quadro técnico-administrativo das escolas, dos Conselhos Escolares planeja e
desenvolve um conjunto coerente de ações, sistematizadas no PAR.

Texto:
Lidiane Cavalcante – Ascom/PMCN

Casa Nova planeja e desenvolve planos de ações voltados para melhorar aeducação do município

A Secretaria Municipal de Educação, sindicatos, Conselho Tutelar,representantes de pais e alunos, professores, coordenadores educacionais,representantes jurídicos de Casa Nova se reúnem nos dias 5 e 6 de maio paraavaliar e planejar a educação do município através do Plano de AçõesArticulados (PAR). De acordo com a Secretária de Educação, Alda Xavier, CasaNova aderiu ao PAR em 2007 e realizou um diagnóstico que observou asdeficiências do município na área educacional. “Ao identificarmos nossasdeficiências, desenvolvemos a partir de 2009 planos de ações paracorrigi-las e supera-las”, explica. O Plano de Ação Articulada é um instrumento de planejamento do Ministério daEducação (MEC) destinado ao desenvolvimento de ações conjuntas entre estadoe municípios e que resultem em melhorias efetivas da qualidade da educação.“É um trabalho que requer um grande esforço de todos os técnicos. Temos quepensar a educação como um eixo fundamental no desenvolvimento do município,agregando valores à melhoria do ensino”, disse a secretária. Segundo a coordenadora de Pólo do PAR, Valéria Saraiva, no momento daassinatura do Termo de Adesão ao Plano de Metas Compromisso Todos pelaEducação, Casa Nova assumiu o compromisso de melhorar os indicadoreseducacionais a partir do desenvolvimento de ações que possibilitem ocumprimento das diretrizes estabelecidas no referido Termo de Adesão etambém o alcance das metas estabelecidas para o IDEB (Índice deDesenvolvimento da Educação Básica). “O objetivo do encontro, em Casa Nova,é fortalecer o desenvolvimento das ações previstas no PAR e oportunizar adiscussão acerca da importância do plano e de seus impactos na educação domunicípio”, destaca. Alda Xavier fala que para promover a melhoria da qualidade da EducaçãoBásica oferecida no município, os agentes envolvidos no processo educacionaldevem se propor a cumprir integralmente as ações propostas pelo PAR. “Emparceria com o MEC, estabelecemos sistemas de acompanhamento e avaliação dasações a serem desenvolvidas. Trabalhamos para promover a melhoria gradativados resultados educacionais, nosso principal objetivo é contribuir para odesenvolvimento de aprendizagens, habilidades e competências, atitudes evalores necessários para a formação integral do aluno e para isso promovemoscapacitações para professores, realizamos uma série de ações voltadasexclusivamente para o desenvolvimento educacional de nossos discentes”. Para Valéria Saraiva o PAR é uma das mais sofisticadas ferramentas de gestãode recursos públicos do Brasil. “A ferramenta articula as responsabilidadesdo município, Estado e União na viabilização das ações. É também umaimportante ferramenta de gestão, pois aponta ao gestor municipal as áreasmais frágeis do sistema”, esclarece. A partir do diagnóstico levantado pelo PAR, a equipe técnica local (compostapelo dirigente municipal de educação, técnicos da secretaria municipal deeducação e representantes dos diretores de escola, dos professores da zonaurbana e da zona rural, dos coordenadores ou supervisores escolares, doquadro técnico-administrativo das escolas, dos Conselhos Escolares planeja edesenvolve um conjunto coerente de ações, sistematizadas no PAR.
Texto: Lidiane Cavalcante – Ascom/PMCN

Casa Nova planeja e desenvolve planos de ações voltados para melhorar aeducação do município

A Secretaria Municipal de Educação, sindicatos, Conselho Tutelar,representantes de pais e alunos, professores, coordenadores educacionais,representantes jurídicos de Casa Nova se reúnem nos dias 5 e 6 de maio paraavaliar e planejar a educação do município através do Plano de AçõesArticulados (PAR). De acordo com a Secretária de Educação, Alda Xavier, CasaNova aderiu ao PAR em 2007 e realizou um diagnóstico que observou asdeficiências do município na área educacional. “Ao identificarmos nossasdeficiências, desenvolvemos a partir de 2009 planos de ações paracorrigi-las e supera-las”, explica. O Plano de Ação Articulada é um instrumento de planejamento do Ministério daEducação (MEC) destinado ao desenvolvimento de ações conjuntas entre estadoe municípios e que resultem em melhorias efetivas da qualidade da educação.“É um trabalho que requer um grande esforço de todos os técnicos. Temos quepensar a educação como um eixo fundamental no desenvolvimento do município,agregando valores à melhoria do ensino”, disse a secretária. Segundo a coordenadora de Pólo do PAR, Valéria Saraiva, no momento daassinatura do Termo de Adesão ao Plano de Metas Compromisso Todos pelaEducação, Casa Nova assumiu o compromisso de melhorar os indicadoreseducacionais a partir do desenvolvimento de ações que possibilitem ocumprimento das diretrizes estabelecidas no referido Termo de Adesão etambém o alcance das metas estabelecidas para o IDEB (Índice deDesenvolvimento da Educação Básica). “O objetivo do encontro, em Casa Nova,é fortalecer o desenvolvimento das ações previstas no PAR e oportunizar adiscussão acerca da importância do plano e de seus impactos na educação domunicípio”, destaca. Alda Xavier fala que para promover a melhoria da qualidade da EducaçãoBásica oferecida no município, os agentes envolvidos no processo educacionaldevem se propor a cumprir integralmente as ações propostas pelo PAR. “Emparceria com o MEC, estabelecemos sistemas de acompanhamento e avaliação dasações a serem desenvolvidas. Trabalhamos para promover a melhoria gradativados resultados educacionais, nosso principal objetivo é contribuir para odesenvolvimento de aprendizagens, habilidades e competências, atitudes evalores necessários para a formação integral do aluno e para isso promovemoscapacitações para professores, realizamos uma série de ações voltadasexclusivamente para o desenvolvimento educacional de nossos discentes”. Para Valéria Saraiva o PAR é uma das mais sofisticadas ferramentas de gestãode recursos públicos do Brasil. “A ferramenta articula as responsabilidadesdo município, Estado e União na viabilização das ações. É também umaimportante ferramenta de gestão, pois aponta ao gestor municipal as áreasmais frágeis do sistema”, esclarece. A partir do diagnóstico levantado pelo PAR, a equipe técnica local (compostapelo dirigente municipal de educação, técnicos da secretaria municipal deeducação e representantes dos diretores de escola, dos professores da zonaurbana e da zona rural, dos coordenadores ou supervisores escolares, doquadro técnico-administrativo das escolas, dos Conselhos Escolares planeja edesenvolve um conjunto coerente de ações, sistematizadas no PAR.
Texto: Lidiane Cavalcante – Ascom/PMCN

Casa Nova planeja e desenvolve planos de ações voltados para melhorar aeducação do município

A Secretaria Municipal de Educação, sindicatos, Conselho Tutelar,representantes de pais e alunos, professores, coordenadores educacionais,representantes jurídicos de Casa Nova se reúnem nos dias 5 e 6 de maio paraavaliar e planejar a educação do município através do Plano de AçõesArticulados (PAR). De acordo com a Secretária de Educação, Alda Xavier, CasaNova aderiu ao PAR em 2007 e realizou um diagnóstico que observou asdeficiências do município na área educacional. “Ao identificarmos nossasdeficiências, desenvolvemos a partir de 2009 planos de ações paracorrigi-las e supera-las”, explica. O Plano de Ação Articulada é um instrumento de planejamento do Ministério daEducação (MEC) destinado ao desenvolvimento de ações conjuntas entre estadoe municípios e que resultem em melhorias efetivas da qualidade da educação.“É um trabalho que requer um grande esforço de todos os técnicos. Temos quepensar a educação como um eixo fundamental no desenvolvimento do município,agregando valores à melhoria do ensino”, disse a secretária. Segundo a coordenadora de Pólo do PAR, Valéria Saraiva, no momento daassinatura do Termo de Adesão ao Plano de Metas Compromisso Todos pelaEducação, Casa Nova assumiu o compromisso de melhorar os indicadoreseducacionais a partir do desenvolvimento de ações que possibilitem ocumprimento das diretrizes estabelecidas no referido Termo de Adesão etambém o alcance das metas estabelecidas para o IDEB (Índice deDesenvolvimento da Educação Básica). “O objetivo do encontro, em Casa Nova,é fortalecer o desenvolvimento das ações previstas no PAR e oportunizar adiscussão acerca da importância do plano e de seus impactos na educação domunicípio”, destaca. Alda Xavier fala que para promover a melhoria da qualidade da EducaçãoBásica oferecida no município, os agentes envolvidos no processo educacionaldevem se propor a cumprir integralmente as ações propostas pelo PAR. “Emparceria com o MEC, estabelecemos sistemas de acompanhamento e avaliação dasações a serem desenvolvidas. Trabalhamos para promover a melhoria gradativados resultados educacionais, nosso principal objetivo é contribuir para odesenvolvimento de aprendizagens, habilidades e competências, atitudes evalores necessários para a formação integral do aluno e para isso promovemoscapacitações para professores, realizamos uma série de ações voltadasexclusivamente para o desenvolvimento educacional de nossos discentes”. Para Valéria Saraiva o PAR é uma das mais sofisticadas ferramentas de gestãode recursos públicos do Brasil. “A ferramenta articula as responsabilidadesdo município, Estado e União na viabilização das ações. É também umaimportante ferramenta de gestão, pois aponta ao gestor municipal as áreasmais frágeis do sistema”, esclarece. A partir do diagnóstico levantado pelo PAR, a equipe técnica local (compostapelo dirigente municipal de educação, técnicos da secretaria municipal deeducação e representantes dos diretores de escola, dos professores da zonaurbana e da zona rural, dos coordenadores ou supervisores escolares, doquadro técnico-administrativo das escolas, dos Conselhos Escolares planeja edesenvolve um conjunto coerente de ações, sistematizadas no PAR.
Texto: Lidiane Cavalcante – Ascom/PMCN